terça-feira, 2 de janeiro de 2018

ISRAEL, CANAÃ E A VIDA CRISTÃ

Porém os filhos de Benjamim não expulsaram os jebuseus que habitavam em Jerusalém; antes os jebuseus ficaram habitando com os filhos de Benjamim em Jerusalém, até ao dia de hoje [...] Juízes 1:21

Por Pr. Rafael Gomes

O livro de Juízes narra um momento na história de Israel em que não havia uma liderança clara atribuída a uma figura, como houve no passado recente nas figuras de Moisés e Josué. É um tempo marcado pela expressão "Então fizeram os filhos de Israel o que era mau aos olhos do Senhor", onde constantemente o povo cai nas práticas pecaminosas, envolvendo-se na idolatria dos povos circunvizinhos.

O texto em destaque para esta postagem fala acerca de uma prática realizada pelas tribos de Israel que vai de encontro aquilo que fora ordenado por Deus. Deus havia entregue ao povo de Israel a terra prometida, e ordenara a Josué que, ao entrar em Canaã, não deixasse povo algum de pé, mas apenas Israel deveria povoar aquela terra. No entanto, o que vemos ser feito pelos israelitas é justamente o contrário.
Os israelitas permitiram que vários povos e tribos cananéias habitassem suas herdades. A tribo de Benjamim permitiu que os jebuseus habitassem no meio deles, como se fossem sangue do mesmo sangue. Esse foi um grande erro cometido pelo povo de Deus, de maneira que os cananeus trouxeram ao longo da história de Israel grandes embaraços, dentre eles, os constantes pecados de idolatria, levando os israelitas a distanciarem-se de seu Deus e cometendo aquilo que era mau aos olhos do Senhor.
O que aprendemos com isso? Bom, muitas vezes sabemos o que devemos fazer, como fazer e quando fazer. Temos todo o ferramental para fazermos aquilo que Deus nos orientou que fosse feito. Temos a Palavra de Deus e a oração como instrumentos de orientação. Mas ainda assim, não fazemos o que deveríamos para cortarmos o mal pela raíz. Deixamos muitas vezes de tomar atitudes contra os embaraços e o pecado em prol da nossa acomodação e conforto.
O grande problema com isso é que cultivamos exatamente aquilo que nos afastará de uma comunhão sadia com o Senhor, e a partir daí fica cada vez mais difícil lidar com essas dificuldades.
Os povos que os israelitas permitiram habitar entre eles foram os mesmos que trouxeram grandes perdas lá na frente. Eles cresceram no meio de Israel, levaram o povo de Deus a pecar contra o Senhor e, por fim, se levantaram contra os judeus, e por muitos anos, oprimiram o povo de Israel. O livro de Juízes está repleto de conflitos e aflições vividos pelos israelitas mediante a opressão dos povos que eles mesmos deixaram conviver na sua terra.
Se hoje você sabe o que te afasta de Deus, se você tem a visão clara do que serve de laço e embaraço na tua vida, não permita-se conviver com isso, mas empreenda uma luta contra aquilo que te faz tropeçar. Se por outro lado você tem percebido que sua caminhada cristã parece estagnada, mas não consegue discernir bem o que vem te levando a essa estagnação, busque em Deus, através da leitura bíblica e oração, a orientação para mudar essa realidade.
Aproveite esse texto de Juízes 1 para refletir acerca da sua vida de comunhão com Deus.
Que Deus abençoe a sua vida e te conceda força e atitude para vencer os embaraços! Fique na Paz!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário. Ficaremos felizes em poder contar com a sua opinião.